quinta-feira, 1 de novembro de 2012

VALORES

VALORES, INTANGIBILIDADE DE UM FUTURO PROMISSOR OU DENEGERATIVO


Por: Antonio Farias de Oliveira e Elenito Elias da Costa

Introdução

O mundo atual degusta os resquícios de uma crise financeira e do euro, o sistema vivencia uma transformação atípica em suas entranhas onde anos a fio fomos induzidos a pensar de modalidade capitalista, neoliberal, todas as forças e esforços fluíam para a satisfação unisônica onde o TER se sobrepõe ao SER, talvez com essa miopia sejamos vitimas de nossa própria inépcia, negligência e imperícia, o grande legado deveria ser mais abrangente e fomos incapazes de assim pensar e proceder à grande riqueza na transmissão de nossos valores.

A sociedade atual não consegue assimilar essa grande verdade, pois sua venda inibe o entendimento dos reais valores que legitimam a sustentabilidade e continuidade da uma nação, o que talvez a nossa limitação ratifique essa verdade que buscamos, mas não a alcançamos.

Talvez tenha chegado o momento de antevermos nossas concepções de que os reais valores individuais, éticos e morais representam a legitimidade de nossa existência e dirimem racionalidades que somos incapazes de aceita-las.

Fomos inebriados por uma crise existencial maior que as do passado e não conseguimos visualizar a veracidade dessa crise que poderá extinguir nossa espécie.

Nossa limitação nos deixa a navegar em células para obtenção de diversos recursos, onde a modernidade e a tecnologia nos elevam, mas a grande verdade só nos atinge em nosso epitáfio.

Em conversa com amigos e famílias no entendimento do ápice de sua conotação literal, podemos encontrar resquícios desses valores, dantes sufragados pela busca da materialidade onde nébula seus reais valores.

A audácia que nos impele a escrever sobre esse fato, talvez não encontre sincronia racional junto aos leitores, mas, acreditamos que sua busca poderá resgatar os reais valores que trata o referido.

Não desejamos ser ecléticos em nossa abordagem, pois estamos cientes de nossas limitações onde qualquer leitor poderá opinar e agregar valor ao titulo do referido, mas devemos entender a sua real importância.

A organização introdutória do referido artigo segue um paradigma que inicia e finda junto aos seus valores por entendermos que o inicio e seu final se funde, em sincronia onde poderá levar o homem a sua extinção, caso não discorramos sobre os reais valores.

ACADEMIAS E UNIVERSIDADES

Na Academia ou Universidade temos aquele professor que escreve artigos, técnicos ou científicos, tem livros publicados, trabalha com projetos, tem uma metodologia especial para ministrar sua disciplina, haja vista anos de experiência prática, que facilita a comunicação entre os educandos.

Mas todo o seu esforço limita-se a ensinar recursos que possam ser utilizados no seu futuro labor profissionais, buscando edificar um profissional que tenha um futuro promissor.

Mesmo estando á disposição para consultas ou orientações que lhe possa ajudar em suas dúvidas, mesmo assim, sua limitação compreende a sua profissão.

Sabemos ainda que em qualquer momento de sua vida, os seus valores individuais devem nortear suas ações, e tais valores está creditado ás suas raízes familiares inegavelmente têm sua valia quando o rebento sabe elevar sua importância em suas ações.

EMPRESAS

Em meio as crises existenciais, volatilidade e oscilações, mutações do mercado, e principalmente a necessidade de rapidamente se adaptar a esse sistema, necessitam de profissionais que tenham o perfil e características que possam agregar valor a gestão empresarial, que fatalmente se coaduna com a capacitação, qualificação e valores inseridos nesse profissional.

A sua formação em Academia ou Universidade de ponta, já é uma grande vantagem na sua formação, mas a existência de valores individuais completa sua performance profissional que pode diferenciá-lo na busca dos headhunters de plantão.

Atualmente os recursos disponíveis com sua tecnologia aplicada forma profissionais aguçados com essas modernidades, mas sua aplicabilidade, sua ações decisória precisam de valores somente encontrados em sua raiz familiar.

A complexidade do mundo atual exige postura, cujo, valores, se interioriza e deverá fazer a grande diferença na positividade dos resultados planejados.

PROFISSIONAIS

No mundo moderno e na situação em que se encontra com suas adversidades globalizadas devemos observar com clarividência que os reais valores que edificam o homem são realmente a soma de seus valores, inclusive os individuais.

Pois, sabemos que:

“Aquilo que você faz na presença de semelhantes chama-se ÉTICA, mas aquilo que você realiza na ausência de semelhantes, chama-se CARATER.”

Mais uma vez nos de deparamos com os valores transferidos através de nossa árvore genealógica, e que esse legado não tem valor mensurável, mas sabemos de sua valorização na ação efetiva daqueles que os detém.

Hoje, é raro encontrarmos essa característica, mas sabemos que sua existência poderá fazer a grande diferença na realização de uma Nação, que busca a sua sustentabilidade e continuidade, mesmo havendo leitores que assim não conjectura com nossa visão, mas a idade nos induz a assim pensar.

FÁMILIA

A árvore primor da uma sociedade em formação é inegavelmente á família, que hoje, motivada por fatos insípidos, inodoros e inconseqüentes, todos derivativos na busca do TER, macula consideravelmente a importância do SER.

Sabemos que estamos sendo repetitivos, mas a modernidade e o sistema que vivenciamos dificultam a transferência entre seus pares o real valor que edifica uma sociedade.

Quiçá o grande arquiteto do universo (DEUS), possa nos ajudar a resgatar em nossas famílias a existência do valor da célula general.

Os resultados demonstrados pela mídia de plantão conseguem exarar com maestria as conseqüências da ausência desses valores, pena que muitos não possam entendê-la

CONCLUSÃO

O texto aqui escrito por seus autores, infra, identificados, buscam simplesmente resgatar a importância dos VALORES que possam conceder ao leitor, a família como a célula maior da sociedade e que sabemos perfeitamente da nossa limitação, mas não poderíamos dar seguimento as nossas atividades sem evidenciar essa pequena observação.

Na verdade se fala muito em educação moderna, contemporânea, americana e diante dessa evolução nos deparamos com as incompatibilidades que podem impactar a evolução dos valores citados, mesmo diante dos avanços técnicos, científicos, tecnológicos, capitalista, neoliberalismo em que se insere a sociedade, tais paradigmas devem ser revistos e se voltar para a valorização das qualidades individuais, tais como caráter, personalidade, e demais qualidades intangíveis transferidas pelos mentores da árvore genealógica sempre denominada de família.

Poderíamos escrever muito mais sobre as conseqüências da ausência desses valores que poderá limitar a nossa existência, caso não tivéssemos a ausadia de pelo menos discuti-la, junto a nossa prole, pois se cada uma assim proceder, provavelmente poderemos ajudar as gerações futuras em seu processo decisório na busca de obter uma sociedade diferenciada.

Fonte: Enviado pelo autor(a) - Disponível em: contadores.cnt.br.

Nenhum comentário:

Postar um comentário