quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

NATAL


"Na Escritura Sagrada nós aprendemos que quem nunca errou, que atire a primeira pedra... Natal é perdão, Natal é amor e perdoar é simplesmente perdoar."

Natal é Amor... Natal é Perdão!

Chegamos a mais um Natal e mais um fim de ano. O Natal verdadeiro, nascimento de Jesus Cristo, para muitos é esquecido. O Natal do perdão para outros tantos também é esquecido.

Cristo, no momento em que foi crucificado disse ao malfeitor: "Ainda hoje estarás comigo no paraíso".

Quem sabe, para muitas pessoas a ideia do Natal são os presentes, o dinheiro, a justiça tão somente...

Quem nunca errou? Ou quem pode dizer com toda certeza que nunca irá errar? Não seria isso um equívoco, um erro também essa afirmação? O que se pede é não persistir no erro e mesmo assim, por vezes escorregamos novamente no erro. Somos humanos.

A reflexão deste Natal é que sempre é tempo de mudar... Se alguém errou, machucou alguém, feriu alguém que ama, fez sofrer... ainda assim merece o perdão.

Não se importar neste momento quem está errado é ser feliz perdoando. E ser feliz com aquilo que Deus espera de seus filhos. Como pode alguém perdoar e não dar a chance da outra pessoa poder mostrar que mudou?

Eu já errei muitas vezes. Sou aqui um réu confesso de muitos erros, dos banais e menores até alguns bem maiores. E por quê? Porque sou ser humano, cheio de vaidades, de falhas...

Muitas vezes nós somos induzidos ao erro. Somos motivados por uma situação e acabamos equivocadamente indo parar no erro. Mas isso jamais justifica o erro. Erro não se justifica, se assume.

Pois erro é erro... Perdão é perdão!

Atire a primeira pedra quem nunca errou... E não sei dizer sobre quem disser que nunca irá errar. A vida prega peças.

Mas Natal é tempo de paz e tempo de amor. O amor ainda é o que ainda mantêm esse planeta vivo. Natal é perdão!

Feliz Natal, um Ano Novo de amor e sucesso, perdoe e esteja com Deus!

Fonte: Gilclér Regina

Nenhum comentário:

Postar um comentário